quinta-feira, 17 de março de 2016

Jovem é morto por esquartejamento em Itabaiana; sete suspeitos são presos

Local onde o corpo foi encontrado
Local onde o corpo foi encontrado

Sete pessoas foram detidas, na manhã desta quinta-feira (17), suspeitas de envolvimento na morte, esquartejamento e tentativa de ocultação de cadáver do jovem Danilo da Silva Mousinho, de 25 anos de idade, encontrado morto na manhã desta quinta, no município de Itabaiana, no Agreste paraibano, a 70 km de João Pessoa.
De acordo com Hugo Helder, delegado seccional de Itabaiana, Danilo era investigado pela delegacia da cidade por diversos crimes que estavam acontecendo em Itabaiana.
“Ele tinha várias passagens pela polícia e responde a processos. Danilo estava sendo investigado pela Polícia Civil suspeito de assaltos, tráficos e homicídios na cidade. Ele foi morto na tarde da quarta-feira (16), pendurado no teto de uma casa e esquartejado”, explicou o delegado.
Pelas características do assassinato, o delegado acredita que o esquartejamento foi praticado pelos amigos da vítima e ordenado por um detento do presídios PB1, situado na Capital.
“Ele foi morto a facadas e teve os pedaços do corpo retirados e deixados em um saco, como a cabeça e outros membros. Na noite da quarta os suspeitos pegaram os pedaços do corpo da vítima e espalharam por uma área com cerca de 100 metros, para tentar ocultar o cadáver. Danilo estava praticando os crimes. Após esses delitos, os chefes das quadrilhas que estão presos em João Pessoa ordenaram a morte dele”, confirmou Hugo Helder.
Ainda segundo o delegado, ele considera o crime como um dos mais cruéis praticados na Paraíba nos últimos anos. Com os suspeitos, a polícia apreendeu drogas e armas. Eles foram encaminhados a delegacia, onde prestavam depoimento até as 13h20.

Da Redação com Portal Correio

0 comentários:

Postar um comentário