Postado por Agência PT, em 18 de abril de 2016 às 12:46:27
“O meu voto é para dizer que o Brasil tem jeito e o prefeito de Montes Claros mostra isso a todos nós com sua gestão”. Esse foi o discurso da deputada federal Raquel Muniz (PSB-MG), no domingo (17), durante a votação do impeachment na Câmara dos Deputados. Ela votou “sim” pela saída da presidenta Dilma Rousseff. O prefeito de Montes Claros, Ruy Adriano Borges Muniz, é marido de Raquel. No dia seguinte, nesta quinta de manhã (18), Muniz foi preso pela Polícia Federal em Brasília.
A justiça também expediu mandado de prisão contra a atual secretária de Saúde do município, Ana Paula Nascimento. De acordo com as investigações, os acusados usaram de meio fraudulentos para inviabilizar o funcionamento de hospitais universitários e, assim, favorecer o Hospital das Clínicas Mario Ribeiro da Silveira, que, de acordo com a PF, pertence ao prefeito, seus familiares e respectivo grupo econômico.
O prefeito e a Secretária de Saúde devem responder pelos crimes de falsidade ideológica majorada, dispensa indevida de licitação pública, estelionato majorado, prevaricação e peculato.
Da Redação da Agência PT de Notícias, com informações do G1