sábado, 21 de maio de 2016

Vereador é preso acusado de mandar matar namorado da filha por “ser pobre e negro”

Uma ação integrada entre as polícias civil e militar de Patos levou à prisão, nesta sexta-feira (20), três acusados de participação em um assasssinato de um jovem, que namorava a filha de um vereador da cidade de Matureia, que faz divisa com Teixeira, região de Patos.
Foram presos Wesley Tavares de Sousa, José Inácio Rodrigues de Lima e o vereador Normaélio de Lima Rodrigues (PSDB-AO MEIO, NA FOTO).
Em poder de Inácio foram apreendidos um rifle calibre “ponto 44” e diversas munições.
Essa ação policial se iniciou após o crime, um homicídio ocorrido naquela cidade em setembro de 2014, onde figurou como vítima o jovem Welton Victor Lima, que tinha 16 anos.
Após quase dois anos de investigação, a justiça expediu Mandados de prisão contra os suspeitos.
De acordo com o inquérito, a motivação do crime teria sido por que Welton namorava a filha de Normaélio e o mesmo não aceitava o relacionamento por questões raciais, bem como, “porque o adolescente era de família humilde”.
O executor do homicídio teria sido Inácio, que é sobrinho do vereador.
Na ação policial também foi apreendido um veículo clonado em poder dos acusados.
Os suspeitos foram encaminhados para delegacia para as providências cabíveis.

Da Redação
Com Portal do Litoral

0 comentários:

Postar um comentário